Passo a passo de como fazer compensação ambiental de embalagens

 

Leia em 6 min
Quer saber como fazer a compensação ambiental de embalagens? Veja aqui as vantagens dos certificados de reciclagem como forma de comprovação.

Quer descobrir como fazer a compensação ambiental de embalagens da sua empresa? Veja aqui como os certificados de reciclagem são uma forma segura e simples de comprovação.

A compensação ambiental tem como meta equilibrar os impactos ambientais de uma atividade.

Neste caso, a empresa destina recursos para mitigar algum dano causado ao ecossistema. Pode ser feito também como um modo de investir em ações que causem impacto positivo.

Para os negócios, a compensação ambiental é também um instrumento em acordo com a lei e que possui uma vantagem importante: a demonstração de métricas que assegurem que a iniciativa foi realizada.

Do contrário, se a empresa não faz a compensação e tão pouco alguma ação para mitigar seu impacto, ela causa um desequilíbrio a todo o ecossistema. 

E não só isso, ficará faltando também transparência sobre suas ações. Outro ponto é o risco de multas por não cumprir as normas e leis ambientais.

Para o meio ambiente, o benefício é de que sua empresa está buscando iniciativas que atuem de maneira direta na conservação da natureza. 

Ficou com dúvida sobre como aplicar a compensação ambiental e quer saber mais?

Abaixo eu vou te explicar sobre como tudo isso funciona e porque sua empresa deve aderir a um sistema de logística reversa o quanto antes e assim por em prática a compensação das embalagens.

O que diz a lei sobre compensação ambiental no país?

Para falarmos de meio ambiente, primeiro é preciso entender como a legislação atua nesse cenário. 

O assunto pode ser mais técnico, mas vai te ajudar a visualizar melhor a importância de fazer compensação ambiental.

Assim sendo, a compensação ambiental age em prol do desenvolvimento econômico e também da proteção ambiental.

Ela atua na tríade do ESG – que inclui o aspecto ambiental, social e de governança corporativa das empresas.

A compensação ambiental, está prevista na Lei nº 9.985 de 2000. E foi essa a lei que criou o Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza. 

Essa Lei fala da implantação e manutenção de unidades de conservação, no caso de projetos que possam vir a causar algum impacto ambiental.

Objetivos da compensação ambiental no Brasil

São diversos os objetivos, mas os mais importantes são:

A partir desse conceito, surge também uma forma simples, segura e positiva de cumprir com a Política Nacional de Resíduos Sólidos: a compensação ambiental de embalagens por meio dos certificados de reciclagem.

Veja aqui: Como cumprir a logística reversa prevista pela PNRS?

Os certificados de reciclagem foram os responsáveis por, por exemplo, a taxa de reciclagem da Espanha subir de 4,7% em 1998 para 78,8% em 2018. A Europa é referência na destinação correta de resíduos.

Já na América Latina, surgiu com o projeto do CEO da eureciclo, Thiago Pinto.

A compensação ambiental de embalagens pode ser feita por meio da reciclagem de embalagens equivalentes. Isso quer dizer que os resíduos iguais ao mesmo material e ao mesmo peso da embalagem original serão reciclados. 

Assim, compensar as embalagens é também um modo de fazer a logística reversa, que é um dos pontos mais importantes da Política Nacional de Resíduos.

O retorno ao ciclo produtivo e a reuso dos produtos se torna cada dia mais importante, uma vez que estamos cada vez mais perto de superar o limite dos recursos naturais. 

Em 2021, por exemplo, o Dia de Sobrecarga da Terra, foi em 29 de julho. O Dia da Sobrecarga marca o momento em que a raça humana consome os recursos do planeta, mais do que a Terra consegue se regenerar. 

Agora me diz: você já pensou o quão difícil será para fazer o retorno de todas as embalagens vendidas pela sua empresa? Pois saiba que a compensação ambiental veio para tornar tudo isso mais simples.

Agora, chegou a hora de descobrir como de fato compensar as embalagens do seu negócio.

Como fazer a compensação ambiental das embalagens da sua empresa?

Para fazer a compensação ambiental das embalagens da sua empresa, vamos precisar de algumas informações. Veja abaixo quais são elas:

  • a quantidade,
  • o peso,
  • o material das embalagens vendidas no ano anterior (se é plástico, papel, metal ou vidro).

A partir desses dados, a certificadora de reciclagem, como a eureciclo, analisa qual foi o passivo. 

O passivo nada mais é que impacto total causado com as embalagens vendidas. Após a checar os dados, começam os novos ciclos produtivos.

O próximo passo é definir juntos qual o melhor plano para a sua empresa. Vale lembrar que pela Política Nacional de Resíduos é preciso compensar ao menos 22% do total de embalagens, ok?

Com o investimento da empresa nos operadores de reciclagem, os agentes ganham também escala. Sendo assim, eles podem vender a massa equivalente às recicladoras.

Compensação ambiental na eureciclo

Por exemplo, aqui na eureciclo, são usadas as notas fiscais como forma de lastro. Esse termo se refere à garantia implícita de um ativo. Ele garante um valor claro e real de um custo ou investimento.

No caso da eureciclo, os materiais que serão enviados à reciclagem são atestados com tripla segurança. São elas: tecnologia de blockchain, auditoria da Ernst & Young e posterior conferência na Receita Federal. 

Assim, temos certeza que o operador vendeu a massa de embalagem igual. Em seguida, vamos emitir o certificado de reciclagem. 

O certificado de reciclagem é o que vai garantir que de fato a compensação ambiental aconteceu. Nesse caso, ela se deu por meio de aporte do negócio na rede de reciclagem. 

Após a emissão do certificado de reciclagem, a certificadora reúne os documentos. Em seguida será emitido o relatório de impacto socioambiental.

Por último, ele é enviado para empresa que contratou a compensação ambiental e também para o órgão ambiental. Somente assim é possível garantir toda a segurança jurídica do processo.

Dessa maneira, a empresa cumpre com a Política Nacional de Resíduos Sólidos e com as legislações estaduais. Dito isso, vale lembrar que vários estados exigem e fiscalizam se a logística reversa de embalagens está sendo feita ou não.

Ainda ficou com alguma dúvida? Fale com nossos especialistas e confira o melhor plano para sua empresa investir na compensação ambiental. 

Quais os benefícios da sua empresa aderir à compensação ambiental?

Como dito até aqui, a compensação ambiental de embalagens não é só sobre como mitigar o impacto no meio ambiente. 

Nesse processo, é gerado também um impacto social, já que há o aporte direto em cooperativas de catadores de reciclagem.

Para isso, é necessário que mais pessoas façam o descarte correto das embalagens para posterior coleta seletiva. Devemos ter isso como prioridade e propósito com o resíduo reciclável. Por fim, esta é uma parceria de sucesso e fácil execução.

Confira a seguir 5 vantagens e soluções da compensação ambiental de embalagens:

1 –  Facilidade

A operação do serviço de compensação ambiental é toda feita pela certificadora. 

Sendo assim, a sua empresa poderá focar em outras ações estratégicas de sustentabilidade e ESG.

Desse modo ela fica segura, ao passo, que a logística reversa das embalagens é feita.

2 – Escalável

Com a reciclagem de um material que seja similar, a sua empresa não depende do retorno das embalagens aos pontos de entrega voluntária, as PEVs, para ter certeza que a compensação ambiental aconteceu.

Além disso, ao investir na rede de cooperativas, os preços dos recicláveis são balanceados para ajudar o setor a se desenvolver.

3 – Integração

Um dos princípios da Política Nacional de Resíduos Sólidos é a responsabilidade compartilhada. Isso ocorre, pois a gestão de resíduos pós-consumo envolve empresas, setor industrial, governo, coletores, cooperativas, recicladores e os consumidores. 

Com o selo eureciclo, por exemplo, você diz para os consumidores, fornecedores e funcionários que a marca investe na cadeia de reciclagem.

4  – Movimento circular

Logo após a entrada de diversas empresas à solução dos certificados de reciclagem, o movimento se tornou cada vez mais amplo. Da mesma forma, reforça o conceito de economia circular

Este conceito, que é tão grande, prevê maneiras para reusar o lixo e conter o desperdício.

Do mesmo modo, na economia circular, a reciclagem é o último estágio na rede de valor. Conforme este modelo, o foco é na não geração de resíduos.

Desse modo, a reciclagem vem para fechar o ciclo e tornar os resíduos em matéria-prima e receita para os agentes.

5 – Autonomia

Agora, com a compensação ambiental, as cooperativas de reciclagem, podem receber uma renda extra. Isso porque neste sistema eles são pagos não só pelo material, mas também pelo serviço de triagem.

Afinal, com essa renda extra, os profissionais se ganham mais autonomia e qualidade de vida fazendo o mesmo trabalho de antes.

E você, o que acha da compensação ambiental para o seu negócio, para o meio ambiente e para o mundo? 

Por fim, veja no vídeo abaixo, porquê escolhemos a compensação ambiental e os certificados de reciclagem aqui na eureciclo!

E caso tenha ficado com alguma dúvida, deixe um comentário abaixo que logo a gente te responde.

Compartilhe!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.